top of page

Cânions do São Francisco e Sergipe, Reveillon 2022

Este reveillon por conta das chuvas tivemos que mudar nossa programação e seguir mais ao norte rumo ao estado de Sergipe onde o sol reinava. De última hora encontramos um airbnb interessante na linda e histórica cidade de Piranhas, às margens do Rio São Francisco, do lado do estado de Alagoas, e partiu, reveillon com a galerinha.


DIA 1 - Baixio


Partimos de carro de Salvador, mas quem vai de avião, o ideal é chegar por Aracaju. A primeira parada foi para conhecer uma das praias da Linha Verde que nossos pais ainda não conheciam, Baixio, um local que está recebendo investimento e nascendo alguns condomínios, mas em plena segunda-feira estava uma paz enorme. Entre duas barras de rio, uma menor que visitamos no fim do dia e a outra uma delicia de rio, que visitamos pela manhã. Ainda encontramos uma pobre tartaruga que tinha acabado ve morrer.



DIA 2 - Sergipe: Praia do Saco, Ilha da Sogra, Lagoa dos Tambaquis, Ilha Mem de Sá


De Baixio, já cruzamos a divisa entre o estado da Bahia e Segipe e fomos direto a praia do Saco. O dia estava lindo e a tranquilidade daquela terça-feira fez da nossa visita a ilha da Sogra um visual incrível. Ali da praia do Saco é fácil contratar lanchas que te levam até a ilha da sogra, um banco de areia perene e muito bonito. Dali também saem passeios direto à Mangue Seco. E ainda se tiver sorte podem ver peixe-bois enormes, nós vimos um de longe apenas.


Paramos para almoçar na Lagoa dos Tambaquis, onde enormes tambaquis circulam ao nosso redor com mesas dentro da lagoa e um belo visual.

Para terminar o dia, encontramos a pitoresca Ilha Mem de Sá, e a posuada do Portuga, local agradável onde pernoitariamos com direito a uma piscina multicores que curtimos até tarde da noite. Mas o melhor foi na hora de ir para cama de quadriciclo!



DIA 3 - São Cristovão, PARNA Serra de Itabaiana, Jeremoabo


Partimos direto a São Cristovão onde fizemos um rápido city-tour histórico à primeira cidade de Sergipe, onde também Irmã Dulce se converteu freira.

Dali seguimos para somar mais um PARNA em nossa lista, com fácial acesso em rota pela estrada uma parada para um banho delicioso naquele dia quente de uma boa #aguagelada no poço das moças.

Logo ali do lado, uma visita ao parque dos falcões, um lugar onde pudemos aprender muito sobre essas aves e como elas são treinadas para diversos trabalhos, por exemplo espatar andorinhas de aeroportos e plataformas, e o salário delas sustentam o parque que cuida de diversos tipos de aves.

Após uma parada rápida para um almoço no shopping de Itabaiana, seguimos estrada até a cidade de Jeremoabo. Agora já estamos de volta a Bahia e Jeremoabo é uma cidade arrumadinha.



DIA 4 - Canudos e Paulo Afonso


Ainda pelo estado da Bahia, fizemos um bate-volta de Jeremoabo a Canudos. Pouca coisa tem para ver no Parque Estadual de Canudos, mas muita história para ouvir. Visitamos a casa onde vive o pai do guia do parque, e percorremos o parque para quando um dia estudarmos a historia de Canudos lembrarmos que já estivemos ali.




Eita Maria Bonita linda!!

Em rota a Paulo Afonso, uma rápida desviada da estrada para conhecer a casinha onde viveu Maria Bonita, uma cassinha reformada com historias interessantes da cangaceira, mulher de Lampião, ficamos curiosas com todas estas histórias de antigamente.

Dali partimos para Paulo Afonso, pois tinhamos visita agendada para Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso e onde encontrariamos a galerinha. Saimos da história e agora entramos na engenharia.

Chegamos em Piranhas a noite e nos acomodamos em nossa casinha bem ali no centro com um deck e vista incrivel para o centro histórico da cidade e o Rio São Francisco. A cidade já estava movimentada para o reveillon e o centrinho com ótimas opções de restaurantes.



DIA 5 - Piranhas e Rota do Cangaço, Reveillon


Hoje pegamos um barco e navegamos pelo São Francisco, descemos o curso do rio para fazer a rota do cangaço, na primiera parada uma caminhada de 20 minutos chega até a grota do Angico onde Lampião e seu bando foi entocaiado e morto, muita história. Mas também uma diversão à beira do rio. A segunda parada onde almoçamos e relaxamos com mais curtição à beira do rio.



De volta a Piranhas, é hora de vestir branco e comemorar a virada do ano, assistimos à queima de fogos do centrinho e subimos a colina logo após a meia noite e ao amanhecer do ano novo eu subi a outra colina com a mamãe para ver o sol de 2022 nascer. Feliz Ano Novo!


Dia 6 - Cânions do São Francisco


Nosso último dia, fomos explorar os cânions com muita ressaca mas valeu a pena. E a noite muito forró em Piranhas.











コメント


bottom of page